Arquivos da tag: the voidz

The Strokes em Janeiro de 2018: o que teve?

Julian Casablancas
Foi no mês de janeiro que soubemos sobre o próximo disco da banda The Voidz, tivemos duas músicas, clipe e aparição na TV norteamericana, como vocês podem conferir neste post.
No dia 30 de janeiro, The Voidz participou do programa The Fallon Tonight, apresentando o primeiro single. Na manhã daquele mesmo dia, Julian esteve num programa de Rádio da Apple Music, comentando sobre seu trabalho na Cult Records, Strokes e outros tópicos:
 
Albert Hammond Jr
Tivemos uma surpresa, com a notícia que o próximo disco de Albert será lançado em 09 de março. Com 10 faixas, pela gravadora Red Bull Records, a expectativa pelo álbum “Francis Trouble” ficou mais forte ainda após o anúncio de que o artista agendou vários shows, alguns acompanhados da banda Hinds e um show gratuito na cidade de Los Angeles, no dia 30.
 
Nikolai Fraiture
Summer Moon está percorrendo os EUA, acompanhando The Killers em alguns shows da turnê. Nikolai e seus companheiros de banda parecem estar se divertindo e tem atualizado suas redes sociais para mostrar fotos dos palcos dos locais onde se apresentam e pequenos trechos de vídeos dos shows.

Do instagram de Nikolai Fraiture

Fabrizio Moretti
Como havíamos dito aqui, Fabrizio colaborou com a artista brasileira Karine Carvalho em seu disco de estreia, Galega Hits. Nessa publicação da Noize, a atriz e cantora comenta o álbum faixa a faixa e menciona seu trabalho com o baterista dos Strokes. Destacamos o trecho sobre a música “Tanto faz”
Essa é uma parceria minha com os irmãos Moretti. Fab e Leo trabalharam muito essa música comigo, essa com certeza foi a música que mais trabalhamos no disco. Escrevi a letra, mas o Fab sugeriu alguns cortes e também me treinou na maneira de cantar, além de gravar a bateria, guitarra, e sintetizadores. Ele gravava lá em Nova York, onde mora, mandava pra gente, e a gente se comunicava por Facetime. Depois, quando ele veio pro Brasil, aproveitamos para fazer um intensivo no quarto/estúdio do irmão e, por fim, ainda teve guitarras e sintetizadores do Leo e do Manso.”
Leia a íntegra aqui.

The Voidz

 

A segunda quinzena de janeiro nos trouxe novidades da outra banda de Julian Casablancas: The Voidz!
O segundo disco foi nomeado como “Virtue” e será oficialmente lançado em 30 de março. A arte da capa é do artista argentino Felipe Pantone, e parte da exposição Opticromías (clique aqui para saber mais)

Julian postou no twitter uma lista falsa com o que seriam os nomes das músicas:

Mas, na verdade o álbum terá quinze faixas, corretamente listadas a seguir:

1. Leave It In My Dreams
2. QYURRYUS
3. Pyramid of Bones
4. Permanent High School
5. ALieNNatioN
6. One of the Ones
7. All Wordz Are Made Up
8. Horse To Water
9. Wink
10. My Friend The Walls
11. Pink Ocean
12. Black Hole
13. Lazy Boy
14. We’re Where We Were
15. Pointlessness

Em 23 de janeiro a primeira música, Leave it in my dreams, foi liberada para streaming, chegou a figura em primeiro lugar no top Cyprus Itunes e uma das cinco melhores músicas da semana, na lista da Stereogum. Dois dias depois, em 25 de janeiro, foi a vez da segunda música, QYURRYUS, que veio acompanhada de clipe protagonizado pela banda e dirigido por Julian:

Dia 29 rolou  um show surpresa em Nova Iorque, no hotel Roxy.

No dia 30 de janeiro, The Voidz esteve no programa The Tonight Show Starring Jimmy Fallon apresentando Leave it in my dreams:

O comunicado da gravadora RCA para a divulgação do disco inclui o trecho abaixo, traduzido para o TSBR:

As quinze faixas de Virtue anunciam o retorno de uma revigorada Voidz, e contém o trabalho mais indelével do grupo até o momento. Gravado em Los Angeles e produzido pelo vencedor do Grammy Shawn Everett (Alabama Shakes, The War on Drugs), o álbum se transforma de formas novas e ousadas a cada música.

“Nosso objetivo era fazer um disco que um público mais amplo pudesse gostar tanto quanto gostamos do primeiro disco, Tyranny”, diz Casablancas. “Ainda é um redemoinho de estilos diferentes, mas acho que esse pode ser o disco mais eclético que já tomei parte. Há uma música para cada um”

[…]  The Voidz está escalada para o festival Shaky Knees em maio e vai excursionar extensivamente para divulgar Virtue, com mais datas a serem anunciadas em breve.

Assista: Julian Casablancas faz show secreto com The Voidz em Los Angeles

A fase 2 do projeto de Julian Casablancas com os Voidz ainda não começou oficialmente, mas depois de confirmar as primeiras datas da turnê Hollywood Bolivar na América do Sul – que vai passar pela Colômbia, pelo Chile, pelo Brasil, pela Argentina e pelo Uruguai em outubro -, o vocalista dos Strokes fez ontem um show secreto com seus companheiros em Los Angeles, sob o nome “YouTube Comments”.

Foto: Raymond Lew – https://instagram.com/rayyleww

O anúncio veio ontem através de um tweet um tanto quanto suspeito da Cult Records, dizendo que o show se tratava da primeira apresentação da banda, que era um tributo aos Voidz. Porém, quem vem acompanhando o projeto paralelo desde o comecinho, se lembrou imediatamente que “YouTube Comments” era um dos nomes das faixas falsas do anúncio de Tyranny feito em 2014.

Mesmo sem previsão de quando teremos versões de estúdio das novas músicas dos caras, um público restrito ouviu ontem pela primeira vez algumas das novidades da banda, no Moroccan Lounge.

Para sentir um gostinho de como são os próximos lançamentos de Julian com os Voidz, assista ao livestream que o usuário @diegodlv fez no Instagram das primeiras músicas do show:

SETLIST – Julian Casablancas And The Voidz @ Moroccan Lounge, LA, 22/09:

Wink
We’re Where We Were
Father Electricity
M.A.D.
Alienation
Nintendo Blood
My Friend The Walls
Coul As A Ghoul
Instant Crush
Where No Eagles Fly
Lazy Boy
Business Dog
Human Sadness

Assista: Julian Casablancas se une aos Growlers e faz cover de The Doors no Beach Goth Festival

Natalie Somekh

Foto: Natalie Somekh

O Beach Goth é um festival organizado pela banda The Growlers,

na Califórnia, que já chegou em sua quarta edição. A banda é uma das preferidas de Julian Casablancas na atualidade, que já fez muitas menções em sua conta do twitter. Os Growlers também abriram shows de Julian enquanto ele promovia seu primeiro disco solo, Phrazes for the Young.

Enfim, dado esse contexto da amizade entre eles, fica mais fácil entender de onde surgiu a participação de Jules durante o show dos Grolwers, cantando um cover de “People are Strange” de The Doors.

O resultado dessa união pode ser

conferido no vídeo a seguir:

Durante o Beach Goth neste fim de semana Julian Casablancas + The Voidz era uma das bandas do lineup, e a banda também entregou um cover de Milli Vanilli “Girl You Know it’s True”:

Megapost — Albert Hammond Jr, Julian Casablancas+The Voidz e The Strokes no Primavera Sound 2015, em Barcelona

No ultimo fim de semana de maio, aconteceu em Barcelona o Primavera Sound Festival, que teve apresentações de Albert Hammond Jr, com seu projeto solo, Julian Casablancas + The Voidz e The Strokes.

Albert-Hammond-Jr-03-Dani-Canto-primavera-sound
Foto de Dani Cantó

Albert Hammond Jr fez seu show no dia 28 de maio, que foi transmitido ao vivo. Com sua banda de apoio, ele tocou músicas de seus álbuns anteriores e duas canções do novo Momentary Masters, que será lançado no dia 31 de julho.

Assista ao show completo:

https://youtu.be/XQSa1-NaDGA

ryan niko albert
Ryan e Nikolai com Albert, antes de sua apresentação no festival.

O show de Julian Casablancas + The Voidz foi no dia 29 de maio. Não houve transmissão, mas felizmente sempre podemos contar com os fãs, que disponibilizaram alguns vídeos da apresentação.

voidz
Foto de Tom Spray

https://youtu.be/HMQ_5tYUAgg

E então, no dia 30 de maio, The Strokes, no palco principal do Primavera Sound. O show foi transmitido ao vivo pela internet, e você pode assisti-lo a seguir:

https://youtu.be/8xkvwy3nPPE

SETLIST

Machu Picchu
Someday
Heart in a cage
Barely Legal
Automatic Stop
One Way Trigger
You talk way too much
All the time
Juicebox
Taken for a fool
You only live once
Is this it
Reptilia
Last Nite
Take it or leave it
The Modern Age
Under cover of darkness
Hard to explain
New York City cops

Tradução – Entrevista de Julian Casablancas + The Voidz para GQ Magazine

Julian Casablancas está farto de tentar te salvar

Há uma década, como líder dos Strokes, ele era o messias de Nova York que deveria salvar o rock ‘n’ roll. Até que no fim das contas ele precisou de salvação. Agora ele saiu da cidade, (meio que) mudou de banda, e criou um novo (pesado!) som. Bem vindo de volta, Julian

julian-casablancas-gq-magazine-september-2014-01

por Zach Baron

Por um momento, Julian estava perfeitamente ciente do motivo porque deixou Nova Iorque, sua casa durante a infância e o lugar onde sua banda, The Strokes, que antes era sinônimo de tudo de cru e sedutor sobre a cidade, primeiramente deu as caras. “Eu ando por Nova York agora e fico chateado,” ele tinha dito. Muitos bares de suco, basicamente. Poucos caras genuinamente cool como, bem – Julian Casablancas. Mas um dia depois ele parece se arrepender até mesmo dessa pequena frase dita. “Eu não diria que a razão é que eu ando por lá e odeie todo mundo que mora lá. Isso seria rude.” Com relutância ele me disse o nome da cidade ao norte para onde ele se mudou com sua mulher e filho. Agora ele parece reconsiderar essa informação também. “Você se importa se eu apenas disser que é ao ‘norte’, só por…”

Se você não odeia todo mundo em Nova York, o que fez você sair de lá?

“Hm, nós apenas encontramos um lugar legal que gostamos, que quisemos ir, e também… eu não sei… desculpa…”

É assim que ele fala. Como se estivesse constantemente pensando o que Julian Casablancas – quem quer que ele seja – diria, ou deveria dizer. Do outro lado da mesa, entre a escuridão do restaurante mexicano onde estamos sentados em algum lugar de Los Angeles, onde ele vem ensaiar com a sua nova banda, ele já parece estar sofrendo. Estamos aqui há onze minutos.

“De repente não estou fazendo isso muito bem, saindo dos trilhos, confuso entre o que é privado e o que não é…”

Ele parece ter um pouco mais de cabelo do lado direito da cabeça de que no esquerdo – é desigual e longo e angelical daquele modo esfarrapado familiar que está se tornando cada vez mais assustador enquanto ele envelhece. Ele decidiu não dizer muito sobre si mesmo – ele nunca realmente disse muito sobre si mesmo; ele balbucia coisas, é desajeitado, algumas vezes conflituoso – mas ele continua deslizando.

(mais…)

Tradução – ClashMusic resenha “Tyranny” de Julian Casablancas + The Voidz

Tyranny
Uma saudação com o dedo do meio ao seu passado…

Por Benji Taylor

Seria uma coincidência que Julian Casablancas, conhecido líder e cantor dos roqueiros indies mais cool de NY The Strokes, compartilha das mesmas iniciais que Jesus Cristo?

Casablancas é um messias musical: um homem que fez um dos melhores álbuns de lançamento de todos os tempos – “Is This It?” de 2001 – uma bíblia aural que aspirantes a deuses do rock têm bajulado e copiado desde então. No entanto, como a história nos ensina, sociedades rotineiramente se tornam contra seus salvadores, e certas seções da imprensa musical têm crucificado Casablancas a cada lançamento desde aquele astronômico primeiro disco.

“Tyranny” é o disco de estreia com a nova banda The Voidz, e marca um emocionante Novo Testamento em seu cânone. Ele é uma bizarra e maravilhosa mistura de assinaturas de tempos estranhos, estruturas musicais nada convencionais e, em geral, uma loucura desenfreada. Ele funciona porque, tentando priorizar o estado de espírito sobre a melodia, estilo sobre substância e, citando o próprio Casablancas, “vaidade sobre sabedoria” (“vanity over wisdom”), o LP acaba enlaçando todos esses atributos.

(mais…)