Integrantes

Apelido: “The Bird, eu não gosto do apelido, mas eles todos disseram que eu pareço com o Garibaldo da Vila Sésamo”. Na verdade o apelido original era “The Big Bird”, o nome do Garibaldo em inglês, mas com o tempo foi encurtando para “The Bird”. Foi Albert quem deu o apelido, mas, para Nick não se aborrecer, ele nega. Fab acha que ele não parece só com o Garibaldo, mas parece com qualquer pássaro. Também o chamam de Nicky.
Comida favorita: Abacaxi
Sorvete favorito: “Eu gosto de milkshakes. Principalmente de baunilha.”
Personagem favorito de ‘Os Simpsons’: “Esse tem que ser o Homer”
Primeiro disco: ‘Appetite For Destruction’, Guns N’ Roses
Roupa favorita: Meias listradas
Nome do corte de cabelo: “The Queen”
Data de nascimento: 16 de Janeiro de 1981
Local de nascimento: Nova York, EUA
Signo: capricórnio
A banda o descreve como: bonito, honesto e corajoso.
Escolas: Dwight School e Hunter College.

Estudos
Ele largou a escola Dwight School na 10ª ou na 11ª série. Estudou no Hunter College com Nikolai. Na faculdade escrevia poesias  e pequenas estórias, dentre elas uma sobre a vida de Nikolai, que diz o quanto ele admira o amigo. Seu hobby é fotografia. Pode-se ver várias fotos tiradas por Nick em uma galeria só dele existente no site oficial da banda.

Família
Possui pais franceses e tem várias irmãs. Sua mãe é dona de um restaurante de comida francesa em Nova York. É casado com Amanda De Cadenet (inglesa, atriz, apresentadora e fotógrafa) . Tem 2 filhos, Silvan e Ella Valensi, gêmeos nascidos em outubro de 2006, além de ser padrasto da filha de Amanda, Atlanta.

Música
Nick Valensi é fã de várias bandas de rock, além de folk e música clássica. Começou a tocar guitarra aos 5 anos de idade.
Críticos de música dizem que seus solos de guitarra são parecidos com os das bandas Television e The Cars, ele diz que gosta muito dessas bandas. É fã de White Stripes e sempre que pode vai aos shows deles. Tem uma guitarra com seu nome lançada pela Epiphone (ELITIST NICK VALENSI RIVIERA P-94)

Apelido: Fab
Comida favorita: Pussy”
Sorvete favorito: Côco
Personagem favorito de ‘Os Simpsons’: Homer
Primeiro disco: ‘Appetite For Destruction’, Guns N’ Roses
Roupa favorita: “Camisa vermelha e apagada da Coca-Cola”
Nome do corte de cabelo: “Autumn Sunrise”
Data de nascimento: 2 de Junho de 1980
Local de nascimento: Rio de Janeiro, Brasil
Signo: Gêmeos
A banda o descreve como: direto, energético, profundo, lunático, engraçado e romântico.
Escolas: Dwight School

Estudos
Na Dwight School conheceu Nick e Julian. Ele diz que a escola foi um período muito ruim de sua vida, principalmente quando Nick e Julian abandonaram a escola, e ele ficou lá sozinho. Cursou a escola SUNY-Paltz por 3 anos, para estudar escultura, mas depois de entrar na banda abandonou o curso.

Família
Seu pai é italiano e sua mãe é brasileira, boa parte de sua família ainda mora no Rio de Janeiro. Nasceu no Rio de Janeiro, o pai trabalhava com Energia Nuclear e morou alguns anos no Brasil. Conheceu a mãe de Fab e eles se casaram. Foram morar em Nova York quando Fab tinha 4 anos de idade. Desde então, Fab mora em NY , e manteve o português conversando em casa e com os parentes brasileiros. Fala e entende português muito bem, embora fique com um pouco de vergonha e ache que se expressa melhor em Inglês. Sempre vem ao Rio pra visitar os parentes. Sua família costuma ir aos shows dos Strokes e Little Joy no Brasil. Tem um irmão 3 anos mais velho.

Música
Desde dos 5 anos toca bateria. Ele treinava dentro do closet à prova de som de sua mãe. Nick, Fab e o irmão de Fab costumavam tocar juntos , na época que cursavam a Dwight School. Um dia Julian apareceu num ensaio, gostou e começou a cantar com eles. Eles gostaram tanto do ensaio que formaram a banda. É fã de Guns ‘N Roses, Velvet Underground, Radiohead, The Beales, Bob Marley, entre outros.

Arte
Ele é o artista da banda: faz desenhos, ilustrações, colagem, etc. Já fez uma colagem para capa de um livro, chamado “The Broken Wrist Project”, também fez a capa de um vídeo e outros trabalhos. Diz que se não fosse músico provávelmente seria artista plástico ou escultor. Muitos de seus desenhos estão no site oficial da banda.

Apelido: “The Bulldog”. Os outros da banda acham que Nikolai parece com o bulldog de Tom & Jerry, e ele não concorda nem um pouco e esse apelido não é muito usado.
Comida favorita: “A da minha mãe”
Sorvete favorito: Pistache
Personagem favorito de ‘Os Simpsons’: Ajudante de Papai Noel
Primeiro disco: ‘Ritual De Lo Habitual’, Jane’s Addiction
Roupa favorita: “Nenhuma, eu sempre uso a mesma coisa todo dia.”
Nome do corte de cabelo: “Le Tigre”
Data de nascimento: 13 de Novembro de 1978
Local de nascimento: cidade de Nova York, EUA
Signo: Escorpião
A banda o descreve como: sincero, humilde, bonito, sutil, severo e reservado.
Escola: Le Cest Français and Hunter College

Estudos
Sempre foi um bom aluno e é um devorador de livros. Conheceu Julian numa escola particular na França. Cursou a  maior parte de seus estudos na França, depois voltou a Nova York, e começou a cursar o Hunter College, junto de Nick. Depois que entrou pra banda ele abandonou a faculdade.

Família
Filho de Pai Russo e Mãe Francesa e fala francês fluentemente. Possui uma irmã mais nova, que ajudava a criar quando estava no Hunter College e tem também um irmão. Seu melhor amigo provavelmente é Julian. Como ele é muito discreto e reservado, ninguém nunca sabe quando ele está namorando alguém ou quem é sua namorada. Atualmente está casado e tem uma filha chamada Elysia, que nasceu no verão de 2003.

Música
Adora Jane’s Addicition, Ramones, Jackson Five (“a linha de baixo deles é ótima”), Nirvana e outras bandas.


Apelido: “The Professional”
Comida favorita: Sushi
Sorvete favorito: Chocolate Chip Cookie
Personagem favorito de ‘Os Simpsons’: Homer
Primeiro disco: ‘We Didn’t Start The Fire’, Billy Joel
Roupa favorita: Uma mulher pelada. Provavelmente a melhor coisa para se usar. Ela está sempre quente”
Nome do corte de cabelo: “The Poodle”
Data de nascimento: 9 de Abril de 1979
Local de nascimento: Los Ageles, Califónia, EUA
Signo: Áries
A banda o descreve como: arriscado, feliz, generoso e extravagante
Escolas: L’Institut Le Rosey e New York University Film School

Estudos
Conheceu Julian aos 13 anos, no L’Institut Le Rosey na Suíça, mas ficou lá somente 6 meses por ‘problemas comportamentais’. Na escola era conhecido pelos professores e alunos por sempre responder perguntas dizendo ‘gracinhas’. Apesar de ter voltado para Los Angeles e Julian ter ido pra Nova York, eles mantiveram a amizade, até que se mudou em 1998, de Los Angeles para Nova York, para estudar cinema, mas acabou se juntando aos Strokes e logo largou a faculdade.

Família
É filho de Albert Hammond, um músico/compositor famoso nos EUA durante os anos 70. Sempre que pode visita seus pais em Los Angeles, e os pais dele costumam ir aos seus shows.

Música
Suas influências vão de Stooges a Bob Marley, as pessoas sempre elogiam seu gosto musical, que é um estilo muito eclético. Adora Buddy Holly, Beatles e principalmente John Lennon. Aprendeu a tocar guitarra aos 9 anos de idade (provavelmente por influência do pai), e hoje em dia toca uma ’85 Stratocaster, a famosa guitarra branca.

Artes
Está envolvido em um projeto para escrever um roteiro adaptado de “Pulp”, obra do poeta romancista americano Charles Bukowski. Ele já conseguiu a permissão para adaptar o roteiro da mulher do finado romancista, Linda Bukowski. Em entrevista para New York Magazine, ele já tem em mente o número de pessoas para o roteiro, mas negou que deveria assumir a direção inteira do projeto sozinho. Albert ainda não sabe quando o roteiro será lançado.


Apelido: “Julingus” foi o que ele disse numa entrevista, mas na verdade os amigos o chamam de Jules
Comida favorita : Italiana
Sorvete favorito : Chocolate Chip
Personagem favorito de ‘Os Simpsons’ : Moe
Priomeiro disco : ‘Faith’, George Michael
Roupa favorita : “Meu porta-moedas vermelho”
Nome do corte de cabelo : “The Hay-Head”
Data de nascimento : 23 de Agosto de 1978
Local de nascimento : Nova York, EUA
Signo : Virgem
A banda o descreve como : talentoso, temperamental, indeciso, inseguro, autoditada, realista, ambicioso, modesto e caseiro.
Escolas : L’Institut Le Rosey, Dwight School, Five Towns College e outras.

Estudos
Frequentou muitas escolas particulares, internatos, e escolas de arte, teve bolsa parcial de 2 anos na faculdade Five Towns College em Long Island, NY, onde estudava composição musical. Seu pai o mandava para essas diversas escolas para que ele se tornasse mais comportado. O pai de Julian pagou as escolas que Julian estudou, mas eles não tinham muito contato.

Família
Possui descendência espanhola e dinamarquesa e fala um pouco de espanhol e dinamarquês. Cresceu com sua mãe (Jeanette Christjansen, ex-modelo, Miss Dinamarca de 1965) já que seus pais se divorciaram quando ele era muito pequeno. Seu pai é o rico empresário John Casablancas, fundador da agência de modelos Elite Models. Quando soube que o filho só tinha um tênis, John deu a seu filho todos seus sapatos velhos que ia jogar fora.
Quando era pequeno, com uns 2 anos de idade, Julian e seus pais se mudaram por algum tempo para perto de seus avós dinamarqueses. Ele sempre visitava seus avós e quando tinha uns 10 anos morou por pouco tempo com eles e foi assim que aprendeu a falar dinamarquês [na entrevista pra rádio dinamarquesa SKUM Julian fala um pouco de dinarmarquês]. Hoje diz que esqueceu como se fala, mas quando volta pra visitar os avós é só ficar algumas semanas que ele diz que lembra de tudo, “Eu falo muito mal, mas é só me deixar duas semanas na Dinamarca que eu vou conseguir falar e conversar com as pessoas“. É casado com Juliet Casablancas, e tem um filho, Cal Casablancas, nascido em 2010.

Música
Na época do L’Institut Le Rosey (o qual cursou por 2 anos, com 13 anos de idade), enquanto os outros alunos saíam para se divertir e esquiar nos fins de semana, ele passava o tempo todo trancado no quarto, ouvindo música. Foi assim que descobriu como a música ‘funcionava’, ouvindo uma fita que seu padrasto deu, do The Doors, no seu quarto. Quando tinha 15 anos pediu pro pai uma guitarra, mas o pai achou que era desculpa pra não trabalhar e não deu. Nick, Fab e o irmão de Fab costumavam ensaiar juntos, um dia Julian apareceu num ensaio, gostou e se juntou a eles. Dentre suas bandas favoritas, que mais escuta ou bandas que o influenciaram estão: Bob Marley, Beach Boys, Velvet Underground, Nirvana, The Doors, Guided By Voices, White Stripes, e outras.
Críticos de música dizem que seu modo de cantar (às vezes com tom irônico e cheio de falsete vocal) é uma influência/imitação de Johnny Rotten dos Sex Pistols. Ele diz que no começo sua voz era uma porcaria, mas aí ele praticou bastente até melhorar.
Sabe tocar guitarra e violão, mas não tão bem como os outros da banda. Quando estava aprendendo a tocar guitarra, no começo da banda, ele só tocava e compunha músicas em uma corda só. A primeira música que ele aprendeu a tocar foi ‘Lithium’ do Nirvana. Ele é muito rígido e autocrítico quanto ao seu trabalho e sempre procura melhorar, por esse motivo provavelmente os Strokes nunca vão gravar em estúdio as músicas anteriores ao Is This It.

A Composição de Músicas
É Julian que compõe as músicas dos Strokes. Quando o perguntam como as músicas são feitas ele responde que ele começa o trabalho, mas as músicas são feitas em grupo. Já os outros da banda, quando são perguntados sobre como as músicas são feitas respondem que o trabalho todo é mérito de Julian e eles só dão palpites e opiniões.

Esse processo mudou na gravação do cd Angles, que é mais colaborativo. Os  outros membros da banda trabalharam um tempo sem a presença de Julian, porque ele não queria interferir tanto no trabalho.
Quando vai fazer uma música ele pensa numa melodia, depois se tranca no quarto e escreve as letras da música, o que às vezes leva dias. Por esse motivo ele não escreve músicas na estrada, diz que só consegue escrever quando está isolado. Julian disse que não consegue fazer a letra da música sem a melodia, após a criação da melodia a letra da música surge naturalmente “é uma coisa natural, é como se eu quase nem tentasse. (…) Essas coisas são bem simples, qualquer criança pode entender uma boa melodia, ela afeta você.” Ele diz que poesia e letra de música são coisas completamente diferentes, pois a letra da música interfere diretamente numa música e numa melodia. Quando ele tenta sentar pra escrever poesia ele dificilmente sai alguma coisa. Às vezes ele pensa numa frase, mas só a coloca na música quando a frase gruda na cabeça, “é como se o subconsciente me dizesse para guardar essa letra” diz Juian.
Aí ele leva a música pro Nikolai, pra fazerem juntos a parte do baixo, depois leva pro resto da banda que entra no processo e terminam a música juntos. Se um membro da banda não gosta da música, eles trabalham nela até que agrade a todos.
No estúdio, os produtores e engenheiros dão palpites de modificações nas músicas, mas a banda conversa sobre as modificações.