Categories for The Strokes

Tradução: Julian entrevista Rey Pila, Rey Pila entrevista Julian

Comente!

Foto por Napoleon Habeica

Rey Pila é uma das bandas que assinaram contrato com a Cult Records, selo indie de Julian Casablancas. Dia 01 de junho, foi publicada a matéria de Rhian Daly no site da NME, resultado de uma entrevista em que Julian responde a perguntas feitas pela banda Rey Pila e a banda responde a perguntas de Julian. Confiram a tradução a seguir.

Conheça a nova banda favorita de Julian Casablancas, Rey Pila – entrevistada por ele mesmo

Quem venceria um mata-mata entre Madonna e Lady Gaga? Todas as perguntas importantes respondidas!

Quando Julian Casablancas não está ocupado sendo parte de uma das mais icônicas bandas do mundo ou fazendo um tipo de loucura sônica inovadora que vai fundir completamente seu cérebro com The Voidz, ele administra seu próprio selo indie. A lista eclética e distinta da Cult Records inclui todos desde heróis reconhecidos como Karen O a novas e excitantes descobertas.

Um exemplo das últimas é Rey Pila, um quarteto synth-pop1 que soa como se tivessem se alimentado de uma dieta de The Cars, David Bowie e Kraftwerk. A banda lançou seu EP ‘Wall of Goth’ pela Cult no último mês, que traz quatro músicas de sintetizadores difusos, melodias pop polidas e despretensiosas. Julian também assumiu tarefas de produção do disco. Juntamos as duas partes e pedimos que descobrissem mais uma sobre a outra. Eles nos deixaram orgulhosos – leia e saiba por de qual improvável grupo europeu Julian é um grande fã, quem ganharia um jogo de futebol e descubra alguns músicos mexicanos para conferir.

Julian também nos deu uma pequena atualização sobre o que está trabalhando. Nada sobre The Strokes, mas você pode ficar animado para um novo disco de The Voidz. “Soa mais elegante e polido, mas ainda é como jazz de prisão futurístico”, ele disse, prometendo que será lançado no “começo de 2018”.

Rey Pila: Como exatamente você se deparou com nossa música pela primeira vez?

(mais…)

Happy Birthday, Fabrizio

Comente!

 

Hoje, Fabrizio Moretti faz aniversário. A Equipe TSBR, em nome de todos (as) os (as) fãs brasileiros (as) deseja que ele tenha muitos e muitos anos de vida e felicidade! Happy birthday, Fab!

Lollapalooza Chile

Comente!

No Lollapalooza Chile, última parte da turnê sul-americana, o show aconteceu no dia 02 de abril.  A banda precisou lidar com alguns problemas técnicos no início da apresentação, e por isso tocou duas vezes The modern age.

O setlist foi quase o mesmo do show em Buenos Aires (à exceção de 80’s Comedown Machine) com dois encore.

 

Chile:
El Comercio

T13

Lollapalooza Argentina

Comente!

De São Paulo, a próxima parada foi Buenos Aires, para o Lollapalooza Argentina. Os fãs argentinos estavam ansiosos esperando pelos integrantes da banda, desde a chegada deles ao aeroporto. Não viajaram todos juntos, mas todos foram recebidos por fãs:

Fabrizio chegando ao aeroporto em Buenos Aires. @monogomez1, Instagram

Segundo notícias posteriores, o show do dia 01 de abril o hipódromo de San Isidro teve o maior público da carreira da banda!

E as mudanças no setlist incluíram dois encore, com You only live once e Take it or leave it, a pedido do público, além das músicas do show em São Paulo.

 

Sobre o show em Buenos Aires:
Tenho mais discos que amigos
Billboard
Bandsintown

Lollapalooza Brasil

Comente!

The Strokes chegaram ao Brasil na noite do dia 25 de março e foram recebidos no aeroporto de Guarulhos (São Paulo) por alguns fãs.

Foto: Raphael Castello/AgNews

No Lollapalooza Brasil, a banda encerrou o segundo dia de festival, no Palco Skol. Os fãs brasileiros que enfrentaram sol forte durante o dia, assistiram ao show que começou sob uma chuva rápida.

Foto de @victerres, Instagram

Eles praticamente repetiram o setlist da apresentação em Bogotá, com a inclusão de Last Nite. Fabrizio disse um “oi, minha gente” para o público, que acompanhou os clássicos do quinteto.

 

Matérias e opiniões sobre o show:
Reduto do Rock
Tenho mais discos que amigos
Rolling Stone
Globo
Estadão
505 Indie

 

 

 

Festival Estéreo Picnic

Comente!

A passagem de Strokes pela América do Sul começou na Colômbia. A banda chegou em Bogotá dias antes da apresentação agendada para o Festival Estereo Picnic e os integrantes foram vistos pela cidade por fãs.

 

O show foi na noite do dia 24 de março, e o  setlist teve 17 músicas:

The modern age

Soma
Drag Queen
Someday
12:51
Reptilia
Is this it
Threat of joy
Automatic stop
Trying your luck
New York City cops
Electricityscape
Alone, together
80’s Comedown Machine
Heart in a cage
Hard to explain

Matérias sobre o show em Bogotá:

Caracol TV

El tiempo

Noisey

 

 

Albert Hammond Jr sobre The Velvet Underground

Comente!

Foto por Noah Kalina, maio de 2016

No dia 12 de março, o Tidal publicou depoimentos de artistas que falaram sobre as influências do disco The Velvet Underground & Nico, para celebrar os 50 anos do seu lançamento. Dentre os artistas participantes estava Albert Hammond Jr., com o depoimento que traduzimos:

Albert – The Strokes

O que Velvet Underground & Nico significaram para você e seu trabalho?

Você não pode apontar isso. Algumas músicas, grandes músicas, apenas mudam como você percebe o mundo e isso é a origem de toda minha inspiração.

Como você ouviu o disco em primeiro lugar?

Uma vizinha comprou. Tinha uma queda por ela e ela colocou para tocar e o mundo se tornou excitante e cru. Muito conhecimento para minha mente adolescente. Parecia que tinha caído no meu colo. Um presente.

Como você considera o disco depois de 50 anos?

Cinquenta anos! WTF. Se alguém o fizesse agora ele seria considerado futurista então ele passou no teste do tempo. O mundo seria um lugar melhor e mais legal se eles tivessem sido bem sucedidos comercialmente.

Qual o seu momento favorito do Velvet Underground?

I do believe you are what you perceive. What comes is better than what came before…

Como escolher um momento definitivo? Basicamente, depois deles os momentos se tornam definitivos. Eles ainda são tao bons que dói.

Texto original com os depoimentos dos outros artistas, aqui.