NIKOLAI PARA ROCK & FOLK – FEVEREIRO DE 2002

setembro 4, 2011 9:45 pm Publicado por 1 Comentário

Nikolai Fraiture escreveu alguns artigos pra revista francesa Rock & Folk, no ano de 2002. Traduzimos os que conseguimos encontrar em alguns arquivos mais antigos. Esperamos que vocês gostem!

Clique em mais para ler o primeiro desses artigos.

TAKE IT OR LEAVE IT, primeiro

Aqui, cada mês, Nikolai, baixista dos Strokes, mantém seu diário. Com exclusividade para os leitores de R &F, fãs dos Strokes.

Em 1946, Ray Badbury imaginava os humanos fugindo de uma guerra atômica no ano de 2002. “As guerras aumentaram e acabaram destruindo o planeta. É o que significa esse silêncio no rádio. É disso que fugimos.” Bem, próximo a essa data, só uma coisa importa: tocar no Apollo Theater, dia 31 de dezembro de 2001. Para aqueles não familiarizados com a história que habita suas paredes, eis aqui algumas lendas que exaltam o lugar: Joséphine Baker, Count Basie, Duke Ellington, Billie Hollyday, Louis Armstrong e os Jackson 5,  pra falar só neles. Todos produzidos em tempos de tensão racial e de problemas políticos. Segundo Percy Sutton, o novo proprietário do lugar, Apollo mantém sua reputação desde os anos do racismo 1930-1940: “O Apollo Theater tem um passado formidável: historicamente, ele foi o resultado da discriminação racial. Foi lá que os artistas negros puderam se produzir e onde a audiência negra podia se reunir. Naquele tempo, os negros eram proibidos nos teatros freqüentados pelos brancos. Eles estavam confinados àqueles reservados à população negra.”

Como grupo de rock’n’roll, estamos honrados de conduzir o Apollo Theater para o novo ano.

É preciso ser nova-iorquino para realmente compreender o que representa o fato de tocar nesses lugares. Como uma criança que sonha estar um dia em seu programa de televisão favorito, eu sonhava – como Buddy Holly o fazia – ser um artista branco se apresentando no templo da música negra.

Os tempos mudaram. Claro, Buddy Holly só ficou conhecido graças a suas demos, e ninguém imaginava que ele poderia ser branco. Atualmente, isso é o que menos importa. Aqui em Nova Iorque, a vida é sempre maluca. Quem sabe o que pode acontecer nesses tempos de mudança? Somos realmente reconhecidos… Entraremos o ano de 2002 com esse magnífico contraste: uma banda de rock no Apollo Theater!

Publicado originalmente em Fevereiro de 2002, edição nº 414 da revista Rock & Folk

Tradução Equipe TSBR.

Fonte: http://www.the-strokes.fr.st/

Categorizados em:

Este artigo foi escrito porNice

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *